Como controlar o estoque de peças da oficina

31/10/2018|Contagem Motor Peças

Controlar bem o almoxarifado de peças de sua oficina é fundamental por diversos motivos, como, por exemplo, garantir que o produto esteja lá quando solicitado, não afetando assim as vendas ou serviços, e verificar se ele realmente se encontra em estoque, isto é, se não foi perdido ou vendido erradamente no lugar de outro. Isso é muito comum e normalmente só percebido depois de uma auditoria de estoque.

Como exercer o controle de estoque de forma eficiente e articulada com outros setores da oficina, como o de compras, vendas e manutenção? Você sabe? Não? Então, continue a leitura e conheça, a seguir, algumas dicas que reunimos!

Realize com frequência o inventário de seu estoque

O inventário é uma ferramenta que pode garantir aos gestores maior eficiência no controle de peças de estoque. A partir dele, é possível confrontar a quantidade real de determinado produto de um almoxarifado com a quantidade que consta em sistema.

Funciona mais ou menos assim: quando certo produto é comprado, ele é conferido e cadastrado em um sistema de gestão de estoque (se a empresa o possuir). Assim que é feito isso, ele passa a ser controlado pelo sistema.

Todavia, nem sempre há compatibilidade entre as informações do sistema e as do inventário. Por exemplo, o sistema diz que existem 10 capacetes, mas no estoque físico só tem 9. Um problema na certa, não é mesmo?

Realizar o inventário com frequência permite identificar esses problemas de forma ágil e solucioná-los, evitando prejuízos para a marca.

Adote um software de gestão

Hoje, adotar um software de gestão é mais do que algo necessário, é fundamental para garantir que a empresa consiga otimizar processos e melhorar os seus resultados, tornando-se assim mais competitiva diante da concorrência.

Assim, caso a sua oficina ainda não possua um software de gestão de estoque, adote um, pois ele pode não só aumentar a eficiência em relação ao controle de peças, mas também reduzir custos e evitar prejuízos. Por exemplo: pode diminuir o consumo de folhas para anotar os itens em estoque e facilitar o processo de auditoria, auxiliando assim a resolver problemas que acarretam custos desnecessários para a organização.

Articule-se com o setor de compras

Um estoque cumpre a função não só de armazenar produtos e controlar saídas e entradas de mercadorias. Ele também precisa ser pensado de forma estratégica e visto como fundamental no processo de giro de produtos e de vendas ou realizações de serviços.

A nossa sugestão é que se busque estreitar o relacionamento entre o estoque e o setor de compras, de modo que dessa relação o setor de compras consiga perceber quais itens ou peças giram mais e possa, a partir disso, manter o estoque aquecido, pronto para alimentar as demandas recorrentes. Quem ganha com isso é a sua oficina, que estará sempre pronta para atender aos serviços e às vendas, aumentando assim a sua receita.

Gostou deste texto? Por que não acessa o nosso blog e confere outros? Nele, temos artigos feitos exclusivamente para ajudar o seu negócio a crescer ainda mais. Não perca!

Tags