Como motivar os mecânicos da minha oficina

17/10/2018|Contagem Motor Peças

Toda oficina mecânica tem o mesmo objetivo final: encantar e fidelizar os seus clientes. Mas, isso não parte do zero, e para ter uma boa aprovação externa é preciso investir bastante no ambiente interno. Por isso, manter os mecânicos motivados deve ser sempre uma das maiores prioridades de qualquer oficina.

Conhecê-los é uma das armas mais fortes

Todo grande gestor conhece muito bem os seus funcionários. Desde aspectos muito práticos e básicos, como quais são as suas aptidões, o que eles mais gostam de fazer e os carros com os quais têm mais experiência e apego pessoal. Saber isso é fundamental para distribuir bem as tarefas e maximizar o desempenho de cada um.

Mas para mantê-los bem motivados é preciso conhecê-los também em um aspecto mais pessoal. É importante saber o que importa para eles, tanto para se conectar e para se comunicar de maneira mais eficiente.

Conhecendo os mecânicos, você pode motivá-los e desafiá-los de maneira muito mais efetiva, apelando para o que realmente importa para eles. O prêmio por cumprir uma certa meta ou conquistar o desafio é sempre um bom complemento, mas o melhor gestor motiva os funcionários mais pelo aspecto pessoal do que material. É preciso apenas tomar um certo cuidado para a competitividade não sair do controle.

Invista bastante neles

Nada motiva mais um mecânico do que saber que a oficina investiu nele, ou aposta no seu trabalho e no seu potencial. Por isso, dedique um bom tempo treinando-os e ajudando-os a melhorar.

Essa situação é de ganho para os dois lados, já que o mecânico adquire mais conhecimento, o que irá permitir que ele avance na carreira e o gestor sempre conta com profissionais mais competentes na sua oficina. Como ambos ganham e ambos trabalham em conjunto, a relação fica muito mais próxima e a motivação muito maior.

Porém, esse investimento não é apenas nos seus conhecimentos técnicos, mas na sua capacidade geral. Inclua os mecânicos no planejamento da oficina, debata suas opiniões e escute as deles. Você certamente não precisa fazer tudo, ou nada, do que eles sugerem, mas o mero diálogo já cria uma sensação enorme de proximidade. Além disso, são eles que estão nas linhas de frente, lidando dia-a-dia com os carros, e sua experiência pode trazer ideias muito valiosas.

O relacionamento entre funcionários e chefes

Muitos dos comportamentos nas relações entre funcionários e chefes hoje é considerado errado. Um aspecto fundamental que tem influência direta na motivação é a comunicação.

Quando há algum problema na oficina, muitas vezes é convocada uma reunião para discutir quem é o culpado, dar más notícias ou dar uma bronca na equipe por um problema de desempenho. Isso não é a melhor ferramenta de motivação.

A reunião é um momento de dar boas notícias, de planejar e de recompensar bons comportamentos. Problemas são resolvidos pontualmente, de modo a não afetar a moral da equipe como um todo. O medo é uma ferramenta de motivação muito fraca.

Mas, um dos pontos mais importantes é dar uma certa autonomia para os mecânicos. Mesmo com todo o foco em proximidade e conexão com os funcionários, é preciso encontrar o equilíbrio e garantir que eles tenham espaço para trabalhar. A autonomia é um dos maiores sinais de confiança, que leva a uma motivação muito forte.

A motivação dos mecânicos de uma oficina não é muito diferente de qualquer relação pessoal. Na dúvida, lembre sempre de tratá-los com respeito e carinho. Afinal, eles são um dos bens mais preciosos de uma oficina.

Tags