Estimativa do mercado de autopeças para 2019

13/05/2019|Contagem Motor Peças

Para 2019, há bastante otimismo do mercado de autopeças. Entidades do setor e representantes deste mercado avaliam que crescimento da economia após a crise, aumento da venda de veículos no biênio 2017-2018 e ganho de capacidade de compra do consumidor ajudam a puxar o segmento de reposição de autopeças para cima. Neste texto, você vai entender mais sobre este cenário. Confira!

O Brasil voltou a crescer – e o brasileiro gasta mais

Após passar por crise econômica e financeira que drenou empregos, o país volta a recuperar o seu poder aquisitivo. Durante os momentos difíceis da economia, o setor automotivo e, por consequência, o setor de autopeças, foram duramente afetados tanto pelas demissões, como pela falta de procura dos produtos. Assim, o setor lucrou menos e teve que cobrar menos por suas mercadorias.

O momento, no entanto, agora é de crescimento e recuperação. Retornam os empregos e os brasileiros voltam a consumir mais. Importante notar que o setor empresarial é grande responsável pelo consumo de autopeças, seja em automóveis, caminhões e ônibus. No entanto, o usuário particular de carros de passeio também possui grande importância dentro deste mercado.

A venda de autopeças nos últimos dois anos cresceu consideravelmente

Segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), os dois anos que antecederam 2019 obtiveram um crescimento no número de vendas destes produtos. Isso significa que o crescimento da economia, de fato, se traduziu em expansão do setor de autopeças, tanto para as empresas que fabricam estas partes, como os empreendimentos responsáveis por distribuí-los, armazená-los e comercializá-los no atacado e no varejo.

Nos dois últimos anos, o crescimento nas vendas se acumulou em 47%. No período 2014-2016, por sua vez, o aumento foi de apenas 26%. Mantendo-se a tendência de expansão, o setor deve experimentar um crescimento substancial em suas vendas, o que representa um bom momento para investir em sua empresa.

A indústria de autopeças e a empresas responsáveis pela logística de vendas desta mercadoria também mostrou grandes resultados. Gerando 10 mil empregos, o setor cresceu 3,2% no período, e a tendência é de aumento.

Mesmo com a greve dos caminhoneiros de 2018, o setor não apresentou recuo. Os danos dessa mobilização não atingiram a solidez do mercado de autopeças. Em 2019, acredita-se que o crescimento será contínuo em relação ao ano anterior, seja em vendas, contratação e faturamento.

Cenário empresarial é otimista

Para quem comercializa e produz autopeças, a tendência é que a produção seja barateada em 2019. Mudanças na legislação prometem tornar processos trabalhistas e tributários menos burocráticos e onerosos, permitindo uma maior renda para a empresa, menor preço para os consumidores e mais resultados para o seu negócio.

Essas são algumas das razões pelas quais o setor de autopeças está bastante otimista para o ano de 2019. Não importa se são peças nacionais ou importadas, o mercado das autopeças no momento está bastante aquecido, e é o momento ideal para comprar e vender.

Quer saber mais sobre autopeças? Leia outro artigo! Acesse também nosso site e conheça todos os nossos produtos.

Tags