Qual é a diferença entre peças genuínas, originais e paralelas?

22/06/2018|Contagem Motor Peças

Mais cedo ou mais tarde todo mundo precisa trocar algum componente do carro. Por isso é preciso conhecer a diferença entre as peças genuínas, originais e paralelas para tomar a melhor decisão de compra.

Peças para motorA compra de peças é uma ação que envolve diversos fatores, muitos deles ligados aos conhecimentos do mercado de autopeças, mas que também estão relacionados ao poder aquisitivo do consumidor.

Por isso, precisamos saber mais sobre as diferenças entre as três possíveis origens das autopeças: genuínas, originais e paralelas.

Peças genuínas

As peças genuínas seguem as especificações do fabricante do veículo. Elas garantem as mesmas características técnicas do componente que estava no veículo quando este saiu da fábrica.

São peças ligadas à empresa que fabrica e vende o carro. Apresentadas na embalagem oficial da marca e vendidas na rede de concessionárias autorizadas. Por isso são mais caras que as peças originais e paralelas.

As peças genuínas são aquelas que devem ser usadas obrigatoriamente em substituições quando o veículo ainda está na garantia, ou para manter o carro com as mesmas especificações originais.

Apesar de virem com a chancela da marca do veículo, normalmente são fabricadas por empresas terceirizadas. Que podem vender estas peças no mercado sem usar a marca da montadora. Chamamos estas peças de originais

Peças originais

Apesar de apresentarem valores mais baixos, as peças originais são excelentes alternativas às peças genuínas. Pois geralmente são fabricadas com as mesmas especificações e qualidade das peças recomendadas pelo fabricante.

No entanto, é preciso ficar atento ao comprar cada peça, pois componentes diferentes de um mesmo fabricante podem ter desempenhos e durabilidades diferentes, alguns até melhores que os das peças genuínas, enquanto outros são levemente inferiores.

Isso ocorre porque as montadoras podem solicitar materiais mais nobres na produção de uma determinada peça, e a fabricante da peça pode ou não utilizar esse material no produto que ela mesmo distribui para baratear o preço.

Apesar disso, as peças originais geralmente são ótimas substitutas às peças genuínas, e podem ser muito mais baratas.

Mas se o fator financeiro é mais importante para a escolha das partes do seu veículo, existe ainda uma outra opção: as peças paralelas.

Peças paralelas

Também chamadas de peças genéricas ou alternativas, as peças paralelas para veículos são fabricadas por qualquer empresa que possa produzi-las, e não apenas pelas empresas que também fazem as peças genuínas.

São os componentes com menor custo, mas que, na maioria das vezes, também utilizam as especificações da fábrica.

Isso não significa que são peças de má qualidade, mas que podem ter sido modificadas para aumentar a durabilidade ou a eficiência sem a aprovação da marca do veículo a que se destinam, ou ter materiais diferentes na fabricação.

Apesar disso, existem muitas peças paralelas de qualidade duvidosa, como também existem componentes genéricos melhores que os originais ou genuínos. Tudo é uma questão de pesquisar e se informar para comprar a melhor peça

Conclusão

Não existe tipo de peça pior ou melhor. Existem peças com origens diferentes para públicos e situações distintas, e cabe ao consumidor tomar a decisão que lhe traz mais vantagens.

Tags