O que é retífica de motor e principais peças

02/09/2019|Contagem Motor Peças

Todo motor a combustão é composto por uma grande quantidade de peças móveis que, com o tempo, se desgastam a partir do artigo que as milhares de rotações por minuto impõem ao material do motor. Quando estas peças estão desgastadas o suficiente, aparecem folgas no funcionamento que prejudicam a performance do motor e que podem levar a danos irreparáveis.

Neste texto, você irá entender o que é retífica de motor e as principais peças que também recebem este reparo para devolver ao veículo um funcionamento de alta performance. Confira!

Como acontece a retífica de motor?

Os motores “cansados”, ou seja, aqueles que dão sinais de que precisam de uma retífica para voltar a funcionar bem, costumam apresentar sintomas parecidos que indicam que chegou o momento de levar o carro para a retífica. Dentre estes indícios estão:

  • Perda de potência: o desgaste físico das peças leva o carro a perder performance na queima de combustível, que, por sua vez, impacta diretamente na eficiência do movimento do motor.
  • Fumaça: quando o motor está regulado e apenas a gasolina, o etanol ou o diesel são queimados, a fumaça costuma não apresentar cores ou cheiros fortes. A presença de fumaça branca ou azul na combustão pode ser um sinal de motor cansado.
  • Ruído de metal batendo ao acelerar: o desgaste das peças cria folgas nas rotações que podem fazer com que o impacto entre as partes internas do motor seja alto. Com isso, durante a aceleração, o motor faz um ruído metálico.
  • Ponteira do escapamento melada de óleo: peças internas desgastadas permitem que o óleo saia de seu reservatório e se espalhe por partes do motor do carro nas quais não deveria estar, incluindo a ponteira do escapamento.
  • Velas encharcadas de óleo: o mesmo pode acontecer com as velas de ignição, que entram em contato com o lubrificante, fazendo com que o mesmo vaze do motor desregulado.
  • Perda de compressão dos cilindros: o desgaste das peças torna as partes internas do motor menores e assimétricas, permitindo que o ar escape e que não seja comprimido.
  • Grande consumo de óleo: se o nível de óleo do seu motor baixa constantemente, isso pode significar que as peças gastas estão permitindo que o lubrificante queime junto com o combustível.

As peças que costumam ser as mais afetadas pelo uso do motor ao longo do tempo são aquelas que se movimentam mais e estão em constante atrito com outras partes metálicas da estrutura.

Dentre essas peças, as mais propensas ao desgaste são: anéis dos pistões; cilindros; bielas, cabeçote e virabrequim. Sem uma boa sintonia entre todas estas peças, o motor vai perdendo performance e eficiência, até que eventualmente para de funcionar, podendo, até mesmo, vir a se fundir.

Assim como toda peça de um carro, o motor do seu veículo também tem uma vida útil limitada. Por isso, o processo de desgaste é normal e a retífica de motor se apresenta como uma solução rentável para recuperar o automóvel.

Contudo, um uso responsável e consciente do automóvel pode ser muito importante para que essa vida útil do motor possa ser expandida, aumentando o tempo durante o qual o motor irá lhe servir, reduzindo custos e até mesmo trazendo mais segurança para o proprietário do veículo e sua família. Veja alguns cuidados necessários a seguir:

Utilize peças genuínas

Em seu motor e no seu veículo como um todo, sempre utilize peças originais da sua montadora ou de empresas que sejam licenciadas para construir peças para o seu motor. Assim, você garante o bom funcionamento por mais tempo.

Também é importante que você realize a compra das peças do seu veículo através de uma revendedora ou distribuidora de peças com garantia de procedência. Só assim você terá a certeza de que está realmente adquirindo um produto de qualidade comprovada para o motor do seu carro.

Manutenções preventivas regulares

Quem cuida bem do carro durante toda a vida útil do motor assegura mais tempo de rodagem com performance e segurança. Por isso, verifique sempre o nível do óleo, realize as trocas de lubrificante conforme especifica o fabricante e cheque também as condições da sua correia dentada.

Revisões periódicas

Além das manutenções preventivas conforme instruídas pelo fabricante, é sempre bom realizar revisões periódicas para se antecipar à ocorrência de problemas com o seu motor. Em alguns casos, o seu motor já está precisando de retificação e você pode não saber.

Se o seu veículo já passou por uma retífica de motor, você deve conversar antes com o seu mecânico caso tenha interesse em realizar o procedimento novamente. Ele irá verificar se o bloco do motor pode receber mais retificações, se o mesmo deverá receber solda de um tubo de aço ou se será necessária a substituição do seu bloco de motor.

De qualquer forma, o mecânico sabe bem a hora que um veículo precisa de retífica e tem todas as condições de informar o proprietário sobre a melhor maneira de realizar os reparos necessários. Por isso, em caso de dúvidas, consulte sempre o mecânico.

Qual a vida útil do motor?

A vida útil do motor depende muito do cuidado e do comportamento dos proprietários do veículo atrás do volante. Há veículos cujos motores podem aguentar até mais de 300 mil km sem precisar de retífica. Outros menos conservados dão claros sinais de desgaste entre 150 mil e 200 mil km, exigindo uma visita ao mecânico para averiguar se já chegou o momento de realizar uma retífica no motor.

custo para se fazer a retífica de um motor irá variar de acordo com alguns fatores, como: o modelo do motor, suas dimensões, sua potência e o nível de dano ao qual as peças do motor foram submetidas. Em alguns casos, o mecânico terá grande dificuldade em recuperar o motor, e os custos podem exceder a rentabilidade. Por isso, o proprietário deve sempre ter seus custos na ponta do lápis.

Atuamos na venda de peças nacionais e importadas para motores diesel, álcool e gasolina, além de peças para Pick Ups, Vans e Empilhadeiras. Acesse hoje mesmo o nosso site e conheça toda a nossa variedade de peças para o seu carro!

Tags