Balancim

O balancim ou balancins do motor é assim chamado por se parecer com uma gangorra ou balanço.

Sua função e de receber, na parte superior, o contato do “came” do comando de válvulas. Na parte inferior o balancim, de um lado, tem contato com o tucho e do outro lado com a válvula. Feito de uma liga de aço-carbono o balancim recebe um tratamento superficial e uma adição de cromo (Cr). Isso para dar dureza superficial a peça e reduzir o desgaste já que o mesmo sempre está em contato com o comando de válvulas.

Os balancins tanto sólidos como os roletados, trabalham ligados diretamente aos tuchos de válvulas e as válvulas. Sobre eles o eixo comando de válvulas preso entre mancais diretamente no cabeçote. Estes são tipos de motores com descrições OHC e DOHC.

Os balancins roletados possuem carcaça forjada em aço com roletes dimensionados para atender às altas solicitações do motor. Estes balancins são microfundidos em um processo de produção de alta tecnologia.

Os balancins sólidos são fabricados com materiais em ferro fundido ou forjado com alto índice de tratamento. Os mesmos quando em trabalho precisam de um dispositivo denominado “Escoras”, um tipo de guia colocado sobre o pé da válvula.

CUIDADOS

A limpeza dos balancins e o ajuste das válvulas é fundamental para o motor ter um bom desempenho. O motor deve estar frio. Um detalhe importante é verificar se os orifícios dos balancins estão desobstruídos, assim como o das varetas de tuchos, contribuindo para que haja uma boa lubrificação no local. Balancins limpos, folga ajustada, juntas novas. O motor agradece!

PROBLEMAS COMUNS

As avarias dos tuchos hidráulicos acontecem quando existem formações excessivas de borras dentro do motor (devido à deterioração do óleo lubrificante), as galerias que alimentam os tuchos (entre outras passagens) ficam obstruídas. Isso acontecendo faz com que a pressão do óleo caia, impedindo o seu correto funcionamento onde começa a criar ruídos dentro do motor prejudicando também a sua correta lubrificação. Com isso tem-se a redução do desempenho do motor e o desgaste prematuros dos tuchos, dos seus alojamentos, do eixo de comando de válvulas, balancins, escoras e das válvulas.

Outros problemas que podem ocorrer nos balancins são:

  • Desgaste prematuro do conjunto (balancim e comando);
  • Ruídos;
  • Ruptura (devido a tratamento térmico);
  • Perda da função primária devido ao dimensionamento inadequado;
  • Desvio de seus alojamentos, causando o destravamento das molas das válvulas.

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Em caso de desgastes prematuros recomenda-se retificar ou trocar não somente as peças danificadas, mas todo o conjunto. Por exemplo: eixo de comando, tuchos, balancins, escoras, a válvulas, guias de válvulas, válvula de retenção e até mesmo a gaiola, pois todas as peças podem estar comprometidas.

 

OUTRAS FOTOS