Bico Injetor

A principal função do bico injetor é pulverizar o combustível dentro da câmara de combustão de forma estequiométrica. Isso ocorre quando é enviado um pulso elétrico do módulo eletrônico (ECU). Assim o solenoide é energizado deslocando o êmbolo para cima, permitindo a abertura da válvula de passagem do combustível.

A pressão do combustível é responsável pelo deslocamento do elemento. O volume de injeção é proporcional ao tempo de abertura do mesmo.

MANUTENÇÃO

O maior inimigo do injetor é o combustível usado no seu carro. É ele que causa o entupimento do sistema. E não é somente em caso de adulteração. A gasolina e o álcool muitas vezes conservam sujeira do processo de transporte e armazenamento até chegar aos postos.  Somente a troca do filtro de combustível no prazo especificado pela montadora evita a chegada dessa sujeira aos bicos injetores. Em média, o filtro deve ser substituído a cada 10 mil quilômetros.

CUIDADOS

Para funcionar perfeitamente, o motor necessita da quantidade de combustível correta para executar a combustão. Para injetar as minúsculas gotas, os orifícios dos bicos são extremamente pequenos. Por conto disso, uma sujeira minúscula pode obstruí-los. Essas impurezas entopem, totalmente ou parcialmente, os injetores e prejudicam a saída do combustível para o motor, o que pode causar aumento do consumo, falhas na aceleração e perda de potência.

Por isso, em vez de pensar em limpar os bicos injetores, o motorista precisa ficar atento à manutenção preventiva. Se o filtro de combustível for trocado no prazo e o motorista abastecer em lugares confiáveis, possivelmente nunca precisará fazer a limpeza dos bicos.

PROBLEMAS COMUNS

Se algum bico injetor entupir, existem alguns sintomas, que são úteis para identificar o problema:

  • Falha no motor;
  • Perda de potência;
  • Aumento de consumo;
  • Luz no painel.

Mas, não é só percebendo esses sinais que significa que os bicos estão entupidos, podem ser outras áreas do motor, que também resultam nesses sintomas.

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

É necessário tirar um por um e testar em uma máquina própria para o serviço. Na máquina a quantidade de vazamento de combustível deve ser a mesma para todos os bicos, se um vazar menos, significa que está com problemas e deve ser trocado ou fazer uma limpeza corretiva.

O uso de combustível aditivado (gasolina ou álcool) é uma boa dica para evitar que o sistema de injeção eletrônica sofra interferência que afete o seu desempenho. Na aditivada, existem substâncias que promovem a remoção de resíduos do sistema de injeção eletrônica.

 

OUTRAS FOTOS