Guia de Válvulas

Guias de válvulas são componentes importantes para o perfeito funcionamento das válvulas do cabeçote.

O guia de válvula é um componente que fica no interior do cabeçote, pouco visto pelos reparadores, mas que realiza uma função extremamente importante, a de guiar a válvula em seu curso de sobe e desce dentro do cabeçote do motor.

O guia é geralmente feito de bronze, fica prensado do cabeçote, seu diâmetro interno é ligeiramente maior que o diâmetro externo da válvula, permitindo assim que a mesma deslize dentro do guia em seu curso.

  • Suportar os esforços de fricção lateral que geram o movimento alternativo das válvulas.
  • Dissipar o calor das hastes das válvulas.
  • Manter o alinhamento correto do conjunto (válvula, assento e guia) para selar corretamente a câmara de combustão.

MANUTENÇÃO

A troca deve ser realizada quando os guias apresentarem desgaste em sua estrutura. O mais indicado é procurar um profissional no ramo e verificar se existe, ou não, a necessidade de buscar esse serviço.

CUIDADOS

A interferência recomendada pelos fabricantes de motores é da ordem de:

  • 0,02 a 0,06 mm nos cabeçotes de ferro fundido;
  • 0,06 a 0,10 mm nos cabeçotes de alumínio.

A aplicação de guias de válvulas com sobremedidas em alojamentos originais é desaconselhável e deve ser conduzida com um mandril especial. A folga entre a guia e a haste da válvula deve ser medida com o auxílio de um súbito e um micrômetro. Por exemplo: 0,07 a 0,10 mm nos motores pesados; 0,03 a 0,07 mm nos motores leves.

É importante destacar que após a instalação das guias, a folga deve ser verificada ou simplesmente corrigida com alargador específico afim de retificar o furo, garantindo a folga correta entre a guia da válvula.

PROBLEMAS COMUNS

A válvula pode se empenar ou mal se assentar sem sua sede de válvula, vindo a provocar falhas ou quebra no motor.

Também é importante ressaltar que a troca de guia de válvulas pode impedir que o motor sofra um dano irreparável.

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Quando ocorre o desgaste, devido ao longo tempo em que a válvula correu dentro do guia, o guia precisa ser medido em relação a sua folga com a válvula e se necessário deve ser substituído.

 

OUTRAS FOTOS