Pistão de Motor

O pistão do motor é uma peça que fica localizada no interior dos cilindros, na verdade cada cilindro possui um pistão.

Este componente que na maioria das vezes é fundido em ligas leves se movimenta retilineamente em dois sentidos, para cima e para baixo, e tem por principal função receber, em toda sua área superior, a explosão da mistura de ar e combustível. A explosão da mistura de combustíveis gera um deslocamento de massa de gases dentro da câmara de combustão e o pistão recebe esta força e passa a diante.

MANUTENÇÃO

Encarregado da movimentação e do funcionamento apropriado em equipamentos de diferentes tipos de atividades, tais como:

  • Reguladores,
  • Guias lineares;
  • Dentre muitos outros.

No processo de manutenção de pistão é comum que seja feita a desmontagem do equipamento para que se possa realizar a limpeza química, a avaliação e medição das peças, bem como a substituição de qualquer item danificado. Com uma boa manutenção de pistão é possível realizar a reconstituição de suas medidas originais através da metalização e também o balanceamento dinâmico, montagem e ajustes das peças, de acordo com as recomendações do fabricante.

O pistão é um acessório que deve ser preciso, garantindo eficiência e segurança desses equipamentos. E é exatamente por isso que a manutenção de pistão é tão importante e deve ser feita com frequência, não só para garantir seu bom funcionamento, como também seu tempo de vida útil. Esse processo de manutenção precisa ser realizado por uma empresa especializada no serviço.

CUIDADOS

  • Engripamento.
  • Desgaste prematuro.
  • Travamento do conjunto pistões e anéis.
  • Ruído.
  • Consumo de óleo.
  • Perda de performance.
  • Vazamento de compressão.

PROBLEMAS COMUNS

Com o uso os segmentos vão-se desgastando. Quando isso ocorre os anéis gastos começam a puxar o óleo para dentro do cilindro onde se queima juntamente com o combustível provocando carbonização e um fumo negro característico no escape.

O consumo de combustível aumenta, pois, a taxa de compressão fica também diminuída, deixando passar mistura não queimada para dentro do cárter e o óleo lubrificante do motor faz o sentido inverso.

SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

O pistão não falhou em funcionamento mas apresenta o problema mais comum, vazamento. Os anéis se desgastaram além do limite máximo de folga de desgaste nas pontas, permitindo a pressão da combustão verter passando os anéis e abaixo da saia do pistão causando um nítido padrão de carbonização. É possível que o brunimento em forma de hachuras cruzadas das paredes do cilindro seja parcialmente responsável. Se as paredes do cilindro estiverem vidradas ou muito usadas, mesmo novos anéis não vedarão apropriadamente para prevenir o problema de vazamento. Lixas flexíveis são produtos disponíveis na maioria das lojas de autopeças. Elas podem ser usadas para remover óleo vidrado e restaurar as marcas do brunimento em forma de hachuras cruzadas que permitem aos anéis se assentarem no cilindro e proporcionarem uma boa vedação, se você comprar uma lixa flexível para o seu cilindro, a granulação apropriada é de 240 e o tamanho deve ser 10% menor que o diâmetro interno do cilindro.

 

OUTRAS FOTOS