Superaquecimento do motor: Quais as possíveis causas?

12/06/2018|Contagem Motor Peças

O superaquecimento do motor é um dos problemas mais comuns enfrentados por qualquer dono de carro. Ele pode gerar muita dor de cabeça e parar de funcionar nos momentos mais inoportunos.

Para evitar isso, vamos ver algumas das principais causas, o que fazer caso elas ocorram e algumas dicas de manutenção.

O que pode causar superaquecimento?

Qualquer alteração que diminua a capacidade do motor de absorver, transferir ou dissipar calor pode causar o superaquecimento. Infelizmente, essas alterações são muitas. Por isso vamos ver algumas das mais comuns.

Liquido arrefecimento

Líquido arrefecimento

O nível baixo do líquido de arrefecimento é possivelmente a causa mais comum do aquecimento e, felizmente, é a que tem a solução mais simples. Caso aconteça, é preciso dar um tempo para o motor esfriar, e encher o reservatório. Isso para evitar problemas futuros. Então é só ficar atento ao nível. Outra dica é evitar usar água pura no reservatório, optando sempre por uma solução destilada.

Um termostato danificado também é uma causa comum de superaquecimento. Se o termostato não avisa ao motor que é necessário um resfriamento extra, ele irá aquecer até apresentar falhas ou parar de funcionar de vez. Infelizmente, nesse caso, a única solução é a substituição do termostato.

O óleo também pode gerar problemas de aquecimento, seja por ter uma quantidade insuficiente, ou por ser um produto velho. Esse componente é extremamente importante e ele pode acarretar inúmeras consequências gravíssimas para o carro. Mantenha sempre o nível adequado, faça trocas frequentes e use produtos de qualidade.

Existem diversas outras situações que podem levar a um superaquecimento, como obstruções na grade de ventilação frontal, mas essas são as principais.

O que fazer em caso de um motor superaquecido?

O carro ferveu? Saiba o que fazer

O carro ferveu? Saiba o que fazer

Não importa a origem do problema, o modo imediato de lidar com ele é normalmente o mesmo. O superaquecimento do motor é um problema grave, portanto, a primeira reação imediata é para o carro em um local seguro.

Após isso, o que resta é esperar. Desligar completamente o motor, abrir o capô para deixar o carro respirar e esperar por volta de 45 minutos a uma hora, até que esfrie.

Quando o carro estiver resfriado, abra a tampa do reservatório e verifique o nível da água. Complete o necessário, com o carro ligado. Mesmo se isso solucionar o problema, leve o veículo para uma oficina de modo a determinar a origem.

Como prevenir os problemas?

Mais uma vez generalizando, problemas de superaquecimento normalmente envolvem uma pequena negligência. Ninguém precisa ser um expert, mas mesmo em casa, existem alguns cuidados que podem ser tomados.

O medidor de temperatura é uma ótima maneira de avaliar o comportamento do motor, especialmente nos meses mais quentes. Além disso, procurar por vazamentos é outro excelente indício de que há algo errado com o motor. Por fim, verificar o nível de líquido e o estado da tampa do radiador é uma tarefa relativamente simples.

Mas sem dúvida, a melhor maneira de evitar problemas de superaquecimento e qualquer outro problema no motor é através da manutenção preventiva. Confira aqui, alguns dos componentes mais importantes para a manutenção do motor.

Tags