Boas práticas de atendimento ao cliente no período de pandemia

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Com a pandemia do novo coronavírus, as empresas e estabelecimentos comerciais precisaram se readequar para atender aos clientes com segurança. Como em alguns estados foi permitida a flexibilização da quarentena, os empreendedores podem retornar às atividades, desde que respeitem todas as medidas de combate ao vírus.

Apesar da tentativa de se voltar à rotina normal, é evidente que o mundo e, principalmente, a forma como nos relacionamentos com as pessoas mudou e, até que se tenha uma vacina, o nosso comportamento deve ser o de evitar a aglomeração.

Para as oficinas mecânicas e comércios em geral que lidam com atendimento ao público, existem algumas boas práticas que podem ser adotadas visando o bem e a segurança de todos.

Quer saber como realizar seus atendimentos durante o período de pandemia? Confira as dicas a seguir!

Confira e siga todas as orientações do seu estado

Sua oficina está aberta? Então a primeira coisa a fazer é ler todas as regras da flexibilização do seu estado. Algumas recomendações, como horários de atendimento ao público e até mesmo a aplicação de multas em determinados casos, foram definidas de formas diferentes por região. Por isso, se atente primeiro a essa questão.

1 – Adote e cobre o uso dos EPIs

É importante ter em mente que o atendimento e as boas práticas durante a pandemia devem visar os funcionários da oficina e os clientes. O uso dos EPis (Equipamentos de Proteção Individual) mais do que nunca devem ser adotados e cobrados para que os funcionários usem.

Os EPIs básicos nesta situação são máscaras e luvas.

2 – Marcação com fitas adesivas

É recomendável marcar o piso com fitas adesivas com espaços de pelo menos 1,5 m entre os clientes. Isso ajuda a garantir o distanciamento nas filas do seu estabelecimento.

3 – Uso de álcool em gel na entrada

Essa é a prática mais tradicional e que já era utilizada por alguns estabelecimentos mesmo antes da pandemia. Mas agora, por conta do vírus, é essencial deixar um recipiente na entrada para que as pessoas passem nas mãos antes de entrar na oficina.

4 – Aferição da temperatura

Se possível, faça aferição da temperatura dos funcionários e clientes todos os dias. Com os aparelhos de medição de temperatura e termômetros, você poderá fazer um controle mais efetivo em sua oficina, não permitindo a entrada de pessoas com suspeita de febre. É uma ótima forma de proteger seus colaboradores e clientes.

5 – Atenção aos funcionários do grupo de risco

Alguns estados indicaram que as empresas afastassem os trabalhadores do grupo de riscos, seja por conta de doenças, como pressão alta, diabetes, asma, idosos acima de 60 anos e pacientes cardíacos. Verifique entre seus funcionários se há casos do tipo e afaste-os para proteger a saúde deles.

6 – Aumente a higienização do ambiente

Mais do que nunca, é ideal adotar entre as boas práticas de atendimento ao cliente no período de pandemia, a higienização do ambiente. Uso de água sanitária, álcool nos balcões e todos os lugares onde há contato físico.

7 – Evitar o compartilhamento de ferramentas

Nas oficinas é comum os funcionários utilizarem e compartilharem ferramentas e peças. Mas agora, o ideal é evitar esse compartilhamento. Incentive os colaboradores a usarem sempre as mesmas ferramentas e cada um sempre com a sua, sem dividir com o colega. E caso seja extremamente necessário, as ferramentas devem ser higienizadas antes.

8 – Higienização dos carros

É fundamental higienizar todo o carro antes de iniciar os reparos, principalmente se forem na parte de dentro do automóvel. Borrife sabão neutro com água no volante, painel e alavanca do câmbio, ou seja, tudo o que precisa ter contato com as mãos.

O mesmo procedimento deve ser realizando antes de entregar o carro para o cliente.

9 – Recomende ao cliente troca de filtros e manutenção do ar-condicionado

Por conta do vírus permanecer no ar, é ideal recomendar ao seus clientes fazerem a troca de filtro do ar-condicionado.

10 – Evite pagamentos com dinheiro

É preciso ter muita atenção no momento do pagamento porque é onde ocorre o maior risco de contaminação. Por isso, adote a maquininha de cartão, caso sua oficina ainda não tenha, e recomende aos clientes que paguem com cartão ao invés de dinheiro. Ou, você pode também indicar a transferência bancária. E não se esqueça de higienizar a maquininha de cartão após o uso.

11 – Adote o home office para quem pode trabalhar remotamente

Para os profissionais da área de Recursos Humanos, marketing e todos os demais setores que não atuam no atendimento direto ao cliente e na manutenção e conserto dos carros, é recomendável adotar o home office com esses funcionários.

Muitas empresas, inclusive, precisarão rever o seu modelo de trabalho mesmo depois que pandemia acabar. A quarentena tem mostrado que muitas atividades podem ser feitas de casa, através do uso de computador, celular e internet.

12 – Controle o acesso à oficina

Infelizmente, nem todas as pessoas têm o mesmo nível de consciência e muitas estão ignorando todas as medidas de segurança para evitar a contaminação. Caso algum cliente tente entrar na loja sem a máscara, aborde e faça as orientações. Por isso, é importante manter um funcionário sempre na frente da oficina, controlando a entrada de todos. Não coloque em risco a saúde de seus colaboradores!

13 – Não faça eventos

Toda e qualquer ação promocional em sua oficina deve ser feita pela internet. Não é o momento de realizar eventos presenciais e nem comemorações com o intuito de trabalhar as ações e marketing.

Aproveite para rever suas estratégias de marketing digital, crie conteúdo para as redes sociais e melhore o atendimento online.

Juntos vamos todos vencer esse vírus!

Como você pode observar, há diferentes métodos e boas práticas que você pode adotar no atendimento ao cliente durante o período de pandemia. Não podemos ignorar um vírus que já matou mais de aproximadamente 700 mil pessoas em todo o mundo.

Atualmente, o Brasil está em segundo lugar no ranking mundial de mortes causadas pelo coronavírus. Enquanto não temos a vacina, precisamos nos cuidar e cuidar de todos ao nosso redor.

Posts relacionados

Deixe um comentário