5 motivos que fazem seu carro consumir mais

3 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Todo mundo gosta de economizar, ainda mais quando falamos de combustível. Muitas vezes procuramos exaustivamente um posto com o combustível mais barato e de qualidade, mas nos esquecemos que a falta de revisão pode fazer com que você rode por aí com itens com problemas ou com desempenho inferior. Isso faz o carro consumir muito mais do que o necessário.

Não sabia disso? Então veja alguns motivos que podem estar fazendo os gastos com combustível pesarem no seu bolso:

1. Escapamento

Que escapamento furado faz barulho todo mundo sabe, mas também pode causar também falhas e aumentar o consumo. O funcionamento do motor (economia de combustível, torque e potência) é influenciado por uma taxa especificada pelas montadoras para cada veículo, chamada de taxa de contrapressão dos gases.

Essa taxa muda quando alguma parte do escapamento está danificada, não importando se são os silenciadores ou os canos. A mudança pode causar falhas na marcha lenta, fazendo o carro gastar mais combustível.

2. Velas

Geralmente compostas por um conjunto de quatro velas, quando uma dá problema é preciso trocar todo o jogo. A função das velas é levar a energia de ignição para a câmara de combustão, fazendo com que comece a queima da mistura composta por combustível e ar.

É preciso seguir o prazo para troca indicado pela montadora no manual, que pode variar de 15 mil a 100 mil quilômetros. Mesmo sem apresentar falhas, quando chegam ao fim da sua vida útil elas podem comprometer o rendimento do carro e fazer com que ele gaste mais combustível.

3. Alinhamento e calibragem

Carro desalinhado é sinônimo de desgaste nas peças e menos equilíbrio, mas também faz o motor se esforçar mais e elevar o consumo de combustível. Por isso, a geometria ou alinhamento das rodas é essencial para o bom desempenho do veículo. O ideal é que seja feito em todas as revisões, mas, se não for possível, faça a cada 10 mil quilômetros, no máximo.

Já os pneus devem estar calibrados corretamente, pois quando murchos influenciam de forma direta no desempenho, fazendo o veículo consumir mais. Calibre a cada 15 dias, respeitando as orientações da montadora para pneus traseiros e dianteiros de acordo com o número de passageiros.

4. Arrefecimento

O sistema de resfriamento ou arrefecimento é responsável por controlar a temperatura do motor. Cada motor tem uma temperatura ideal para o seu funcionamento correto. Ele pode continuar trabalhando quando superaquece, mas vai perder a potência, fazendo o consumo subir. Então, troque sempre o aditivo do radiador segundo o prazo recomendado pela fábrica e faça revisões periódicas de todo o sistema, incluindo interruptores, mangueiras e válvula termostática.

5. Filtros

Os filtros de óleo, combustível e ar são peças-chave para que o motor funcione corretamente e não custam caro. Os filtros de ar e combustível, por exemplo, influenciam diretamente na mistura de combustível e ar e quando vencidos, sujos ou entupidos fazem o carro gastar muito mais. Por isso, respeite o prazo estipulado pelo fabricante e faça a troca dos filtros.

Posts relacionados

Deixe um comentário